quarta-feira, 29 de julho de 2009

mão estendida e um abraço quente...perdido em meio aos vãos...


Beije a imagem no ataúde de um estranho
O que foi feito do esplendor?
Doze batidas caíram
E o respirar ouvido levemente
Tão debatida minha beleza

Uma alma arruinada lamentando
Onde os anjos concedem suas asas
Para curvar, para reverenciar o âmago de um amigo

Beije-me delicadamente, Deus feroz
Meus lábios estão silenciosos para pronunciar mil palavras vãs
E quão doce trabalho
Tudo está escuro, tudo está enegrecido
Tudo menos uma face ascendida



...e me perdi...
num delírio de loucura não pensada...uma confusão indolente...
numa agonia egoísta...sem valor...
eu te tenho como valor...de pessoa, favores...e amor!
como suas rosas vivas ou mortas...pois você sempre estará viva em mim...assim como sempre esteve...

nos dias confusos...nas madrugadas eternas...nos sonos profundos...na distância lamentável...

te tenho mais perto do que possas imaginar...e não é por terra que as digo...e sim de coração...

não me atormento se sentes o mesmo...pois sei que um dia isso ja lhe habitou...mas não é isso que me importa...

o que me preocupa é saber se estás em paz...
isso me atormenta os dias...
assim como sua companhia...me colore os dias, por mais escuros que sejam...e ao teu lado...sinto raios de esperança...assim como o princípio de tudo...

te abraço grande em mim...pois és o ser pequenino em existência...mas infinito...em beleza de alma...

anos felizes sempre à ti!


J.

domingo, 19 de julho de 2009

"Meus pecados ainda não perdoei"



Começa nossa balburdia
Indo e vindo em nosso elo
Bem me quis por quanto tempo?
Enfim defino seu castelo
Linda sua flecha de mel
Lustra a desconfiança esculpida
E o meu coração suicida
Mais parece tua ferida
Enquanto a paixão intensa
Une nossas mãos
Esvazia um amargo temor
No andar do teu chão
Cito um silêncio gritante
Ao teu doce sorriso
Nunca criarei o teu pranto
Tendo minha honra fidelizando
O olhar sincero do teu ENCANTO...

R.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Harvest



Please don't say
What you mean
Time is short
For you and me

In my room
I can see your tears
I'm not inside
But I feel your fear

It's harvest time
Once again
Dust off the moon
And let's begin

Please don't say
I don't care
No one said
Life would be fair

Standing here
You seem so far away
I am longing
For just one more day

It's harvest time
Once again
I'm here for you
Just let me in

On this day
I can see
So much more
For you and me

*Hungry Lucy* Always...

"Estou aqui por você... apenas me deixe entrar"

Silence



Silêncio

"Esteja alerta para a regra dos 3
O que você dá retornará para você
Essa lição você tem que aprender
Você só ganha o que você merece"

Tentados em nossas mentes
Atormentada por dentro, mentira
Ferida e com medo
Dentro da minha cabeça
Passando por mudanças

Você soube quando perdeu?
Você soube quando quis?
Você sabia o que eu havia perdido?
Você sabia o que eu queria?

Vazios em nossos corações
Gritando em silêncio
Vagando fora do alcance
Longe demais para falar
Sem condições, levada pela correnteza

Você soube quando perdeu?
Você soube quando quis?
Você sabia o que eu havia perdido?
Você sabia o que eu queria?

*Portishead*

segunda-feira, 6 de julho de 2009

?


Hoje eu quis brincar de ter ciúme de você
Mas sem porque meu coração me avisou que não
Fingi na hora rir
Talvez por aqui estar tão longe de você pra te dizer

Aquilo que eu temia aconteceu ou foi só ilusão
Você manchou nós dois e desbotou a cor de um só coração
Ou anda sozinha, me esperando pra dizer coisas de amor

Pois eu, eu só penso em você
Já não sei mais porque
Em ti eu consigo encontrar
Um caminho, um motivo, um lugar
Pra eu poder repousar meu amor

Quantas horas mais vão me bater até você chegar?
Aqui meu lar deixou de ser aquilo que um dia eu construí
E eu fico sozinho, esperando pra trazer você para mim

Sofro por saber que não sou eu quem vai te convencer
Que cada dia a mais é um a menos pro encontro acontecer
E eu fico sozinho, esperando por você, meu bem-querer

Pois eu, eu só penso em você
Já não sei mais porque

Em ti eu consigo encontrar
Um caminho, um motivo, um lugar
Pra eu poder repousar meu amor

*Los Hermanos*