terça-feira, 15 de junho de 2010

Hope




se você falar, deixe-me ser sua voz
se você respirar, deixe-me ser sua vida
se você chorar, deixe-me ser sua lágrima
se você morrer, deixe-me ser suas cinzas

se você odiar, deixe-me ser sua faca
se você sangrar, deixe-me ser sua cicatriz

você é o silêncio, mas eu posso ouvi-lo
você é o seco, mas eu posso drená-lo
você é o ar, mas eu posso o senti-lo
você foi embora, mas eu ainda te amo

se você dormir, deixe-me ser seu sonho
se você amar, deixe-me ser sua semente
se você rezar, deixe-me ser seu deus
se você cair, deixe-me ser sua asa

você é o silêncio, mas eu posso ouvi-lo
você é o seco, mas eu posso drená-lo
você é o ar, mas eu posso o senti-lo
você foi embora, mas eu ainda te amo

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Alinne



Anjo de vestes negras e olhos lânguidos
Linda como a noite
Intensa como as paixões
Nefasto é teu silêncio
Nela eu vi a amizade de toda a
Eternidade

(Por Aneshka)

domingo, 6 de junho de 2010

Der Andere




O Outro

"Às vezes, ele se perguntava o que era pior: o fato de a pessoa amada ser outra com outro ou exatamente aquela com quem se partilha uma intimidade. Ou então as duas situações eram igualmente ruins? Pelo fato de que, de uma maneira ou de outra, alguma coisa é roubada - algo que nos pertence ou algo que nos deveria pertencer?"

(Bernhard Schlink)