quinta-feira, 27 de maio de 2010

Thy



Na noite em que o céu estava em chamas
Surgem promessas e ilusões de corações cinzentos
Espinhos e jogos para disfarçar
O que não se pode mais calar
O sufocante desejo
Embora queiramos o desapego

Lábios trêmulos
Dedos dormentes
Almas carentes

Rosas vermelhas não são merecidas
As cicatrizes do passado se encontraram

(Por Aneshka)

Nenhum comentário: